Plástico, a nova extinção em massa.

Atualizado: Jul 14




Derivado do petróleo, o plástico apresenta uma característica bem adversa a sua matéria prima base, já que para que haja petróleo a matéria orgânica é decomposta por anos. No caso do plástico, sua decomposição alcança a incrível marca de centenas de anos, sendo este material artificial e que traz tantos malefícios à vida orgânica na terra.

Com base na analogia, o ciclo do plástico precisa de uma reformulação geral, já que este tem se tornado algoz para a vida na terra. Não tem como falar da poluição do plástico sem citar sua origem, desde sua fabricação na indústria petroquímica o plástico acaba prejudicando o meio ambiente, já que este setor opera com elevado risco ambiental, podendo atingir efluentes próximos, risco de contaminação proveniente de vazamentos, explosões e etc.

Diante dos fatos, buscamos através deste artigo, apresentar algumas consequências do plástico em nosso ecossistema, e como estas consequências afetam todos os seres vivos que estão inseridos nesse meio.

O impacto destes polímeros no ambiente aquático é algo para prestar atenção, muitos acreditam que apenas a fauna marinha é prejudicada, ao contrário do que foi dito a incidência do chamado micro plástico em nossos recursos hídricos é algo que já se encontra presente no organismo de milhares de pessoas ao redor do globo, através da ingestão de peixes ou de outros derivados desta cadeia alimentar marítima. No documentário “Garbage Island: An Ocean Full of Plastic”, produzida pela revista Vice mostra a coleta de água em uma região do oceano, onde nestas amostras chegam a conter mil partes de plástico para cada plâncton, sendo que seis partes já se configuram como um ambiente poluído. Cenas como de uma tartaruga impossibilitada de comer por estar presa em uma rede abandonada ou de outros animais enforcados com sacolas plásticas são consequências do descarte incorreto deste que segundo o portal de notícias G1 em 2050 o peso total do plástico será maior do que o de peixes no oceano. No que se diz respeito ao ambiente urbano o plástico pode causar inúmeros impactos ao ser descartado de forma errônea, até mesmo impactos sociais, visto que estes resíduos podem chegar ao sistema de drenagem pluvial de uma localidade, causando o seu entupimento tendo como consequência áreas alagadas, e podendo atingir centenas de pessoas causando um prejuízo. Não satisfeito com o impacto na fauna marinha e no ambiente urbano, o plástico segundo estudos de pesquisadores da Universidade do Havaí expelem gases ao serem decompostos, como por exemplo o metano e etileno sendo estes nocivos ao meio ambiente, e contribuem para o aquecimento global, sendo outra problemática que tem como causa o plástico.

É evidente a necessidade na reformulação na cadeia produtiva do plástico, já que como foi visível no texto, suas consequências estão ameaçando a vida em uma escala mundial. Há previsões futuras que apontam o aumento destes dados precisam ser levadas em conta, ao começar agora uma reformulação é possível lutar contra este futuro apocalíptico, devemos começar a mudança voltada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (Organização das Nações Unidas), buscando em indivíduo melhorar seus atos e preocupar-se como suas ações impactam a sociedade ao todo, e buscar o aprimoramento do sistema de coleta e reciclagem para a diminuição da produção de plástico virgem, e sim voltar a atenção para a política dos “dos 3R’s”, (reduzir, reciclar e reutilizar), para que assim possamos nos livrar deste carrasco da vida.


Quer nos referenciar?

Santos, Erik. Esa Jr. Plástico, a nova extinção em massa. 2021. Disponível em:

https://www.esajr.com/post/pl%C3%A1stico-a-nova-extin%C3%A7%C3%A3o-em-massa

Referências

Presse, F. (20 de janeiro de 2016). Portal G1. Disponível em: http://g1.globo.com/natureza/noticia/2016/01/oceanos-terao-mais-plasticos-do-que-peixes-em-2050-diz-estudo.html. Acesso em: 29 de abril. 2021.


VICE- Garbage Island: Na Ocean Full of Plastic. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=D41rO7mL6zM. Acesso em: 29 de abril. 2021.


Fundação Joaquim Nabuco. Poluição por plástico pode agravar o aquecimento global. Disponível em: https://www.fundaj.gov.br/index.php/adaptacao-ao-aquecimento-global/6580-poluicao-por-plastico-pode-agravar-o-aquecimento-global.Acesso em: 29 de abril. 2021.


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo