USO RACIONAL E ECONOMIA DE ENERGIA

Quanto maior é o desperdício de energia, maior é o preço que a natureza e nós pagamos por ela. O Brasil passa por um dos piores momentos hidrológicos de sua história e o uso consciente e racional da energia elétrica é fundamental para o setor elétrico. Um fator degradante são os atrasos na entrega de empreendimentos que aumentariam a potência energética do país, alguns frutos de desvio de dinheiro público e escândalos de corrupção, que prejudicam o andamento das obras por englobar também representantes das empreiteiras, e outros por mau planejamento.


Por outro lado, além da capacidade de produção de energia elétrica no país não ter previsões assertivas de aumento, o setor ainda sofre com o alto desperdício de energia, onde a indústria tem grande parcela de culpa, por não investir em recursos e sistemas capazes de reduzir o consumo de eletricidade, além da inconsciência socioambiental de muitos consumidores. Isto deve-se em parte pelo entendimento falho de que investimentos em eficiência energética são gastos e não medidas de economia e redução de custos.

PREÇOS E BANDEIRAS TARIFÁRIAS

Como o preço da energia elétrica não é fixo, e depende de diversos fatores para sua definição, os grandes consumidores, sobretudo as indústrias, necessitam melhorar e gerenciar os processos de produção e seus sistemas, de forma a reduzir o desperdício de energia.

As bandeiras tarifárias indicam as condições hidrológicas para a produção de energia elétrica. Vale ressaltar que a inclusão das bandeiras nas faturas representa uma adição temporária nas tarifas, que pode ser reduzida e até excluída de acordo com as condições dos níveis de água. As chuvas estão recorrentemente abaixo da média nos últimos meses, colocando pressão sobre os reservatórios. Dessa forma, para garantir a integralidade dos reservatórios, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) está despachando as usinas térmicas para suprir a demanda da população. Contudo, essas usinas utilizam combustíveis fósseis e encarecem o preço para a produção de energia.

Economizar energia elétrica, em casa ou no trabalho, é bem mais fácil do que se costuma imaginar. Pequenas providências fazem uma diferença considerável e, além de reduzirem os riscos de apagões, podem trazer uma diminuição significativa no valor da conta de luz.


10 DICAS PARA PARA ECONOMIZAR ENERGIA ELÉTRICA:

  1. Nos dias quentes, coloque o chuveiro na posição Verão. Assim, o consumo será cerca de 30% menor.

  2. Dê preferência às lâmpadas de LED. Elas consomem, em média, 50% menos de energia elétrica e duram cerca de cinco vezes mais quando comparadas às lâmpadas fluorescentes.

  3. Escolha televisores mais modernos (LED, LCD). Estes são mais eficientes e, portanto, consomem menos energia.

  4. Gerencie o uso do Standby. Sempre que for passar longos períodos fora de casa, desligue os aparelhos das tomadas.

  5. Instale a geladeira em local bem ventilado, não encostando em paredes ou móveis, longe de raios solares e fontes de calor, como fogões e estufas.

  6. Nunca utilize a parte traseira da geladeira para secar panos ou roupas.

  7. Nunca coloque alimentos quentes ou recipientes com líquidos destampados no seu eletrodoméstico. Isso exigirá um esforço maior do motor.

  8. Acumule o maior número de peças de roupa. Assim, você liga o ferro o mínimo de vezes possível.

  9. Comece a passar a roupa sempre pelos tecidos que exigem temperaturas mais baixas. Ferros automáticos têm indicadores de temperatura para cada tipo de tecido. Sempre que você precisar interromper o serviço, não esqueça de desligar o ferro. Você poupa energia e evita o risco de acidentes.

  10. Para fazer economia de energia e de água, procure lavar, de uma só vez, a quantidade máxima de roupa indicada pelo fabricante.


REFERÊNCIAS


Central Energética de Brasília- CEB. Uso Racional de Energia. Disponível em: http://www.ceb.com.br/index.php/uso-racional-de-energia/371-uso-racional-de-energia. Acesso em: 30 de agosto de 2021


Companhia Energética de Minas Gerais S.A.-CEMIG. Uso Racional de Energia: DICAS. Disponível em: https://www.cemig.com.br/dicas-de-energia-no-periodo-de-seca/. Acesso em: 30 de agosto de 2021.


OLIVEIRA, Lucas. Introdução do TCC do Curso de Engenharia Elétrica – Estudos preliminares visando a gestão energética no complexo de edifícios da Escola de Engenharia da UFMG. Disponível em: https://memt.com.br/blog/?p=508. Acesso em: 30 de agosto de 2021.


0 visualização0 comentário